Numa Cortina de Vidro…

Hoje não quero falar, nem escrever em espanhol. Sinto, amo, escrevo em português. Agora olho o mundo tras dois vidros… É parte da minha aprendizagem, de uma pesquisa que comecei sem começar direito.

Agora descobri uma coisa a mais de mim: Sinto necessidade de pertença, de levar meu raciocínio, minhas emoções para algo ou alguém. Sou um poquinho maluco…

Hoje só quero escutar, olhar tras meus óculos… Quero imperfeição… Estou com saudade até daquilo que ainda nao vivi, de pessoas que ainda não conheci… Choro aos poucos tentando disfarçar…

Tem uma canção que sempre me leva até meu interior… É só escutar para eu me esquecer do mundo, do tudo e sembrar minhas lembranças, meus personagens que dormem no esquecimento… Não é sofrimento, é apenas uma saudade que ainda não é fado… Segue sendo bossa nova mas me faz chorar. São lágrimas que saem sem saber por quê. Deve ser produto das minhas mágoas, de algumas lembranças coloridas e de outras em preto e branco.

Tenho tanto pra dizer, pra falar, mas agora preciso calar. Preciso me escutar, me olhar. Está sendo uma bela viagem mas dolorosa também. Descobri que tem felicidade até no sofrimento. Estou contente com essa deconstrução. Estou achando coisas interesantes…

Quero ir embora e me mergulhar em águas escuras, caminhar, falar em línguas remotas. Quero ser um outro para me reconhecer no espelho… Para voltar e continuar…

Responder

Por favor, inicia sesión con uno de estos métodos para publicar tu comentario:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s